terça-feira, 25 de outubro de 2011

acessibilidade

Olá Eduardo,

Revendo esta mensagem, entrei em mais detalhes com vista didática, publicando em:

preservando sua identidade, 
Aguardo suas considerações.

Saudações Fraternas
--- Em qui, 8/5/08, Luiz Roberto Salvatori Meira <falecom@luizmeira.com> escreveu:
Caro Eduardo,
 
Agradeço o estímulo e reconhecimento.
2008/5/8 Eduardo
Prezado Dr. Luiz Meira:
 
Desculpe-me pela pretensão em lhe escrever, mas escrevo pelo interesse em lhe perguntar se aqui em Porto Alegre

A parte mais consistente dos serviços que disponho pode ser feita a distância, que é a análise da foto da íris, e dos resultados dos exames.
 
o Sr. conhece algum iridologista que poderia ser indicado e que tivesse uma abordagem médica semelhante a sua. Visitei seu site e fiquei muito interessado neste tipo de medicina.

A perspectiva que trabalho é para que cada um administre sua condição de saúde, e excepcionalmente procure algum médico.
  
Eu trabalho com técnicas de imposição de mãos (ainda que não profissionalmente, pois faço o trabalho junto a comunidades de pouca renda, sem custo algum, profissionalmente atuo com produção audiovisual) e  gostaria de lhe perguntar se a iridologia é um estudo que pode me ajudar na percepção através da íris de pontos a serem mais trabalhados energeticamente

A iridologia se presta bem a isso, pois informa muito, mesmo para pessoas analfabetas.
 
Associada a uma dieta frugívora e cuidados fitoterápicos, pode ajudar as pessoas realmente se esquivarem da "máfia de branco".
 
Como vc é hábil com midias visuais, talvez possa ajudar muitos aí através da iridologia. Eu me mantenho ao dispor para elaborar dinâmicas didáticas a distância
 
Atenciosamente
 
ou se a iridologia é uma especialidade médica que, tanto para sua melhor compreensão como do ponto de vista legal, só pode ser estudada e praticada por médicos.

Atualmente é proibido pelo Conselho Federal de Medicina prestar serviços médicos iridológicos. O Que faço são estudos clínicos sobre o assunto. A consulta médica pode ser realizada sem o aporte da iridologia.

Desculpo-me em tomar seu valioso tempo desejando-lhe todas as bençãos desejáveis a quem podemos admirar de coração, ainda que pouco nos conheçamos.
Um grande abraço. 
Com apreço,
Eduardo.

 
Em 10 de maio de 2008 16:22, Eduardo escreveu:

Prezado Dr Luiz Meira:
Fiquei muito agradecido pela sua resposta. Vou me dedicar primeiramente às leituras que estão recomendadas em seu site. Fico gratíssimo pela possibilidade de contar com sua orientação e desejo-lhe grande luz no seu caminho.
 
Tenho pensado muito a respeito dos tratamentos de saúde convencionais e acredito que somente haverá cura com confiança no médico curador.

O estabelecimento de protocolos universais, seguros e eficazes contribuem para a maioria das curas, como este por exemplo:

Ando receoso, e até é errado falar, com os avanços da medicina tradicional ocidental, que também tem muito valor, mas se propagam tantas técnicas modernas de diagnóstico e tratamento e avanços da medicina porém, e no entanto, as pessoas estão lotando hospitais sempre. Quem está doente busca melhoras, quem não está seguidamente tem de fazer exames, procedimentos por vezes invasivos porque apareceu tal coisa no exame tal, enfim. É muita tensão porque não podemos nunca ter certeza

Coloco conceitos e análises sobre os exames mais utilizados, facilitando a compreensão e tomada de decisões desde uma perspectiva de acesso transcultural.
 
se o exame ou procedimento é necessário para investigação benéfica ou se há outro interesse ou interpretação equivocada. Mas, paciência, que sempre é o melhor.
Um saludo y mil bendiciones. Grato pela sua resposta e atenção. Desejo que o Sr. sempre leve a verdadeira cura a todos os seus pacientes.
Com sincero apreço,
Eduardo.